Introdução à metamorfose de alguém sem relógio habilitado para os trópicos

May 1, 2016

Ontem nasceu um velho tempo. Aquele que é curto sem ter pausa. Porque é o eterno limite das coisas. Em metamorfose o que é visto é imaginário. Pelas expectativas mal traduzidas, mal compartilhadas. Apenas sentidas de formas indefinidas. Para aonde isto levará, é certo. Ao falso aprendizado sobre as relações humanas quase sempre traumáticas. A fobia é clara, as enfermidades psicológicas ficam estampadas no físico. E é só mais um trabalho sobre peles. Sobre o outro.

 

Pele-roupagem para o butô de Marcela Cavallini.

 

Apresentado no Palacete de Santa Teresa, Rio de Janeiro.

 

 

Please reload

O segundo dia

August 16, 2016

1/10
Please reload

Recent Posts

December 8, 2017

September 4, 2017

March 30, 2017

March 16, 2017

February 17, 2017

December 16, 2016

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags
Please reload

  • Facebook Basic Square

© ​Paula Blower2016. Todos os direitos reservados.